Resultados da Funcef apresentam acumulado negativo | Portal
08/10/18 10:09

Resultados da Funcef apresentam acumulado negativo

Resultados da Funcef apresentam acumulado negativo.jpg

Foram divulgados os resultados dos planos de benefícios da Funcef, referente ao mês de julho. Os dados comprovam que os dirigentes do fundo de pensão não têm compromisso com a transparência com os seus participantes.

Os resultados apontam para um crescimento do déficit, que chegou a R$ 6,8 bilhões ante R$ 6,57 bilhões até dezembro de 2017. O REG/Replan Saldado é o único plano com resultado negativo em 2018, apresentando déficit de R$ 320 milhões até julho e R$ 5,9 bilhões no acumulado. Os demais planos apresentaram superávit consolidado de R$ 88 milhões no período, mas no acumulado estão com cerca de R$ 884 milhões de déficit.

Esses números confirmam que o Contencioso Judicial ainda é o maior fator isolado de déficit da fundação. O valor, considerando as perdas prováveis e possíveis, chega aos R$ 19 bilhões. O que já está provisionado e já compõe o déficit nos planos em R$ 1,2 bilhão. O restante do valor de R$ 17,8 bilhões não são contabilizados e dizem respeito às ações judiciais de perda possível, ou seja, com probabilidade de perda avaliada em 50% pelo departamento jurídico da Funcef.

Esses valores têm chance de aumentarem ainda mais, se metade do contencioso possível se concretizar, os participantes terão que arcar com mais de R$ 8,9 bilhões que deveriam ser pagos pela Caixa. Os números divulgados comprovam que o déficit ainda está crescendo nos planos de benefício. Uma das causas se deve a insistência dos atuais dirigentes em concentrar investimentos na renda fixa, cuja rentabilidade é mais baixa. Outro fator é o contencioso, que representa quase 17% do déficit da fundação, que deveria ser pago pelo patrocinador.

“Esses valores evidenciam o completo descaso dos dirigentes da Funcef. Precisamos de uma boa gestão para administrar esses números absurdos. Não podemos deixar o nosso fundo de pensão a esmo”, disse Paulo Matileti, Presidente da APCEF/RJ.

Compartilhe