Empregados da Caixa realizam ato no Centro do Rio em defesa das empresas públicas e da soberania nacional | Portal
06/07/18 11:44

Empregados da Caixa realizam ato no Centro do Rio em defesa das empresas públicas e da soberania nacional

 

capa.jpg

A APCEF/RJ, unida a outros movimentos sindicais, federações e trabalhadores de estatais, realizou mobilização na última quinta-feira, 6 de julho, em frente ao prédio da Caixa (Barrosão), no Centro do Rio de Janeiro. O ato, motivado em defesa das empresas públicas e da soberania nacional, contou com a presença do Presidente da APCEF/RJ Paulo Matileti, da Vice-Presidente Simone Saturnino, além de representantes da Federação do Sindicato dos Bancários do Rio, da CUT-RJ, da CUT Nacional e também do vereador do Rio, Reimont Otoni (PT).

O movimento foi realizado em oposição as políticas de privatizações projetadas pelo governo Temer, que põem em risco as empresas estatais, entre elas a Caixa 100% pública. Nessa semana, a desestatização arquitetada pelo presidente Michel Temer (MDB) conseguiu mais uma manobra. Foi proposto pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça da Câmara) projeto de lei que impede que ministros do STF suspendam leis em caráter individual, logo após a implementação pelo ministro Ricardo Lewandowski, de liminar provisória que proíbe a venda de empresas públicas sem o aval do Congresso Nacional.

‘’Mais um ataque ferrenho aos nossos direitos. Isso só irá mudar com a nossa mobilização’’, afirmou a Vice-Presidente da APCEF/RJ Simone Saturnino. Nos discursos, a APCEF/RJ e os movimentos sindicais aproveitaram para convocar empregados da Caixa e os funcionários de empresas públicas para o lançamento do comitê em defesa das estatais, previsto para acontecer em meados de julho.

A resistência em defesa dos bancos públicos é uma das reivindicações da Campanha Nacional dos Bancários, que gerou a elaboração de pautas específicas de determinados bancos, entre eles, o da Caixa Econômica Federal. A pauta específica dos empregadores foi entregue à direção da CEF no dia 13 de junho e o início das negociações já tem data marcada para acontecer também no próximo dia 13 de julho, em São Paulo. Dentre os temas a serem debatidos na primeira reunião, estão: Caixa 100% pública, Saúde Caixa, Funcef e a assinatura do pré-acordo com a garantia da ultratividade, que tem prazo máximo para acontecer até o dia 31 de agosto.

 ‘’Sem mobilização não tem avanço. Eles do executivo, legislativo e judiciário sabem disso. É fundamental que a gente ocupe as ruas, e nos mantenhamos unidos para defender o patrimônio nacional. Se é público, é para todos. Vamos à luta’’, convocou o Presidente da APCEF/RJ, Paulo Matileti.IMG_9745.JPG

IMG_9748.JPGIMG_9646.JPG

IMG_9660.JPG

IMG_9659.JPG

 

IMG_9683.JPG

IMG_9719.JPG

IMG_9681.JPG

 

 

Compartilhe