11 de julho é dia de cobrar o pré-acordo de ultratividade | Portal
10/07/18 16:03

11 de julho é dia de cobrar o pré-acordo de ultratividade

IMG_9856.JPG
Os bancários, entre eles os empregados da Caixa Econômica Federal, estão sob nova ameaça: o fim da ultratividade. Representantes da Fenaban - Federação Nacional dos Bancos, não assinaram o pré-acordo de ultratividade previsto na Convenção Coletiva do Trabalho (CCT), no qual garante o bem-estar e contribuições primordiais aos empregados como, plano de saúde, vale refeição e alimentação, auxílio-creche, entre outras ações sociais. Sem esse pré-acordo, a partir do dia 31 de agosto os bancos poderão deixar de pagar esses direitos.

Diante disso, como forma de pressionar a Fenaban e o atual Governo, no dia 11 de julho as entidades sindicais e movimentos associativos, entre eles a APCEF/RJ junto com os bancários realizarão atos, em todo país, para cobrar dos bancos a assinatura do pré-acordo de ultratividade.

A defesa dos bancos públicos também é uma das exigências da Campanha Nacional dos Bancários, que traz como item da pauta de reivindicações a assinatura do contrato para garantir os direitos dos trabalhadores. No dia 12 de julho está programada a nova rodada de negociação entre a Fenaban e o Comando Nacional dos Bancários.

“Precisamos nos mobilizar e permanecer unidos. É necessário irmos à luta. Os direitos dos bancários estão sendo ameaçados. Vamos combater esse retrocesso no dia 11 de julho!”, convoca Paulo Matileti, Presidente da APCEF/RJ.

Compartilhe